Tecle ENTER para pesquisar ou ESC para sair

NOTÍCIAS

11 de agosto de 2022

Vagas em Automação e Mecatrônica vão crescer quase 50%

Nacional Qualificação SENAI
Foto: ShutterStock
Além da alta taxa de crescimento, profissionais formados nessas áreas e em Meio Ambiente e Logística também se beneficiarão com salários atrativos   

Da Agência CNI de Notícias

Até 2025, as vagas de trabalho nas áreas de Automação e Mecatrônica devem crescer 46%. Outros setores em expansão são Meio Ambiente, com crescimento de pelo menos 16%; Refrigeração e Climatização, com mais de 12%; e Logística e Transporte, com aumento de 9,1%.    Os números são animadores em um cenário de altas taxas de desemprego – 11,3 milhões de brasileiros estão sem trabalho, segundo o IBGE. Também são um norte para quem está em dúvida sobre qual formação seguir para entrar ou se recolocar no mercado.    As projeções são do Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo do Observatório Nacional da Indústria cujo objetivo é projetar o emprego em um horizonte de quatro anos, identificar a demanda por trabalhadores e orientar a formação profissional de base industrial no país.   “Há um pacote de novas soluções tecnológicas e de logística que estão impulsionando a atividade econômica e criando oportunidades de emprego. Tecnologias como internet das coisas, big data, inteligência artificial, manufatura aditiva criam necessidades no chão de fábrica, que demandam novas competências dos profissionais”, ressalta o diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Rafael Lucchesi.  

O que fazem e quanto ganham os profissionais de automação, mecatrônica, meio ambiente e logística   

Um técnico em Mecatrônica, por exemplo, projeta, constrói e repara equipamentos automatizados, incluindo sistemas autômatos e robóticos. No mercado, pode atuar em linhas de produção industriais automatizadas e em sistemas de distribuição, logística e controle de qualidade. O salário médio é de R$ 4.687,92. Se ele optar por avançar nos estudos e concluir o tecnólogo (graduação tecnológica) em Automação Industrial, vai se deparar com uma média salarial de R$ 8.937,43.    Na área de Meio Ambiente, técnicos em controle ambiental, utilidades e tratamento de efluentes ganham, em média, R$ 4.318,45; e engenheiros ambientais cerca de R$ 7 mil. Já um especialista em Logística de transportes, de nível técnico, R$ 3.144,55 – mas como os profissionais dessa área podem atuar em diferentes campos, existe uma ampla variação salarial.    Rafael Lucchesi explica que a criação de novas vagas e a demanda por formação de mão de obra nessas áreas são uma resposta aos avanços tecnológicos e da indústria verde no país.   

Logística deve empregar mais de 2 milhões até 2025   

A área de Logística e Transportes terá o maior volume de vagas em 2025 (2,09 milhões) e saldo de emprego (175 mil novas vagas entre 2022 e 2025), além de ser a 4ª área com maior taxa de crescimento: 9,1% – atrás apenas de Automação e Mecatrônica (46,9%), Meio Ambiente (16%) e Refrigeração e climatização (12,3%).   Embora ainda empreguem menos trabalhadores, as áreas de Automação e Meio Ambiente têm altas taxas de crescimento em razão da adoção das novas tecnologias, muitas delas associadas à indústria 4.0, e a expansão dos conceitos da economia circular, principalmente no que diz respeito à difusão de tecnologias de reciclagem e reaproveitamento de resíduos.   

Projeção do saldo de emprego (total de vagas) e da taxa de crescimento e abertura de novas vagas de 2022 até 2025:
Conheça algumas profissões emergentes:

Notícias relacionadas

EN PT