Tecle ENTER para pesquisar ou ESC para sair

NOTÍCIAS

1 de dezembro de 2022

Instituto SESI de Saúde e Segurança no trabalho é inaugurado

Saúde e Segurança no Trabalho SESI SST
Unidade já está funcionando na Avenida Orlando Gomes Fotos: Lucas Moura/Coperphoto/Sistema FIEB

Nova unidade de referência do SESI Bahia vai permitir ampliação em 50% dos serviços de saúde e passa a abrigar centros de estudos e inovação, além da Escola de Gestão em SST

Atualizada em 2/12/2022

O Serviço Social da Indústria na Bahia (SESI Bahia), entidade de referência em serviços de Segurança e Saúde no trabalho (SST) no Brasil, inaugurou nesta quinta-feira, 1º/12, em Salvador, o Instituto SESI de Segurança e Saúde no Trabalho. Com o novo equipamento, a projeção do SESI é ampliar a oferta de serviços na Bahia em 50%.

Com um investimento de R$ 55 milhões, somando recursos próprios e do Departamento Nacional do SESI, o Instituto SESI de Saúde e Segurança no Trabalho está situado na Avenida Orlando Gomes, no bairro de Piatã, ao lado da Escola SESI Djalma Pessoa e do SENAI Cimatec. Com uma área total de 7.990 metros quadrados, a expectativa é oferecer um melhor serviço voltado para o trabalhador da indústria e ampliar o atendimento particular para a comunidade.

O presidente do Conselho do SESI e da FIEB, Ricardo Alban, parabenizou as equipes do Sistema FIEB envolvidas na construção do Instituto SESI e destacou: “Estamos entregando hoje um equipamento que é um símbolo do trabalho que o SESI desenvolve e que é a forma que o Sistema Indústria tem de compartilhar desenvolvimento social”.

Ricardo Alban, presidente do Conselho Regional do SESI Bahia, destacou a excelência do trabalho realizado pela entidade Foto: Lucas Moura/Coperphoto/Sistema FIEB

O diretor-superintendente do SESI Nacional, Rafael Lucchesi destacou a importância estratégica do trabalho que o SESI realiza e lembrou que, apesar de estar em vias de completar 80 anos, é uma instituição que se moderniza e que deu saltos importantes nos últimos 10 anos. Além de Rafael Lucchesi, também estiveram presentes à inauguração do Instituto SESI de Saúde e Segurança no Trabalho o diretor de Operações do SESI Nacional, Paulo Mol, e superintendente executivo do Conselho Nacional do Sesi, general Pedro Antonio Fioravante Silvestre Neto.

Lucchesi destacou que o SESI Bahia é referência estratégica do SESI no cenário nacional e ressaltou que a entidade está dando um salto ao criar uma agenda de serviços digital, tecnológica e baseada em dados com serviços como o SESI Viva+, dentre outros. “O SESI pode ser a grande estratégia do país para melhorar a produtividade e a qualidade de vida dos trabalhadores”, destacou.

Rafael Lucchesi, diretor-superintendente do SESI Nacional

Participaram da inauguração o diretor de Operações do SESI Nacional Paulo Mol, o superintendente do conselho Nacional do SESI, general Pedro Antônio Fioravanti, além de integrantes da diretoria da FIEB e do Conselho Regional do SESI Bahia.

O superintendente do SESI Bahia, Armando Neto, explica que o objetivo do SESI é abrir novas frentes e ofertas de serviços, em especial, na área de saúde. “Nossa ideia é que o SESI amplie a oferta de especialidades médicas, amenizando o custo das empresas na atenção à saúde primária para os trabalhadores”, disse, citando o mais novo produto do SESI Bahia, o SESI Saúde Acolhe.

Ricardo Alban, Rafael Lucchesi (E), Armando Neto e general Fioravante

Custo com saúde impacta no caixa das empresas

O superintendente do SESI Bahia, Armando Neto, lembra que o Brasil gasta R$ 76,2 bilhões com aposentadorias precoces de pessoas em idade produtiva, conforme dados levantados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), para as quais o sistema de saúde não foi efetivo no sentido de prevenir a incapacidade. “O custo econômico do absenteísmo e com aposentadorias precoces, em dados de 2015, representou 7,6% do PIB Brasil naquele ano. Se conseguirmos adotar uma ação preventiva, e o SESI dispõe de produtos e serviços que demonstram que isso é possível, temos condições de reduzir estes custos para as empresas e o país”, explica.

Armando da Costa Neto, superintendente do SESI Bahia

Nos últimos dois anos foram atendidas pelo SESI Bahia cerca de três mil empresas e mais de 300 mil pessoas nas áreas de saúde e segurança no trabalho. A meta até 2026 é ampliar o atendimento para 12 mil empresas e 500 mil trabalhadores e seus dependentes.

O SESI Saúde Acolhe visa apoiar as empresas na gestão da saúde dos colaboradores, como aponta o gerente executivo de Saúde e Segurança na Indústria, Amélio Miranda. Ele lembra que, atualmente, o segundo maior gasto das empresas, além da folha de pessoal, é com o plano de saúde. “Com o novo Instituto não só ampliaremos a capacidade de atendimento das especialidades que já possuíamos, como também teremos novos serviços para promover a saúde e bem-estar dos trabalhadores das empresas conveniadas conosco”, explica.

Também presentes à inauguração, o diretor da Conie Empreendimentos, Alexandre Landim e o gerente de Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Bahia Gás, José Carlos Alves Gallindo Júnior deram um depoimento ressaltando a importância estratégica do SESI na gestão da saúde dos trabalhadores. Para Landim, o SESI ajuda as empresas a cuidar dos colaboradores com serviços de qualidade e agilidade no provimento de soluções, citando o apoio do SESI no início da pandemia do coronavírus para apoiar as empresas na definição de protocolos e na orientação e prevenção. Já Gallindo lembrou a parceria histórica e os diferenciais do SESI na gestão de serviços de saúde e soluções em segurança no trabalho.

Novo equipamento abriga centros de pesquisa e inovação do SESI Bahia

Na foto: Amélio Miranda (E), gerente executivo de SSI, Andreia Araújo, gerente do Instituto SESI de SST e Armando Neto

O SESI também dispõe de centros de pesquisa e inovação que vão passar a fazer parte da estrutura do Instituto de SST, como o Centro de Epidemiologia e o Centro de Inovação SESI (CIS) em Prevenção da Incapacidade. “O SESI Bahia já é referência nacional na adoção de tecnologias digitais para gestão de SST, a exemplo do SESI Viva +, uma plataforma desenvolvida pelo SESI. A ideia é que isso se amplifique cada vez mais”, pontua o Armando Neto.

Na área de Saúde Corporativa e Saúde e Bem-Estar, a nova unidade oferecerá serviços de fisioterapia e vai ampliar as agendas de psicologia, nutrição, consultas de especialidades e exames de apoio diagnóstico.

O Centro de Inovação SESI (CIS) em Prevenção da Incapacidade é vinculado ao SESI Bahia e integra uma rede nacional composta por outros oito centros de inovação do SESI Nacional com temática relacionada à SST. O centro de inovação atua no desenvolvimento de soluções e consultorias nas temáticas de gestão de afastamentos e retorno ao trabalho.

O CIS atua com um modelo de transferência de tecnologia para que as novas soluções alcancem o mercado. Também presta assessoria aos Departamentos Regionais da Rede SESI nos outros Estados e dispõe de um portfólio de gestão de afastamentos e prevenção da incapacidade, bem como oferece soluções e capacitação para indústrias.

O Centro de Epidemiologia tem o papel de atuar no desenvolvimento de Estudos Epidemiológicos, como por exemplo, na realização de estudos como o perfil do trabalhador da indústria. Também realiza capacitações e presta assessoria na utilização dos dados para Gestão Estratégica em Segurança e Saúde no Trabalho.

Na nova unidade também funcionará a Escola SESI de Gestão em SST, voltada para capacitar profissionais que atuam na área de segurança e saúde no trabalho. A nova infraestrutura permitirá ampliar a oferta de cursos de Gestão em SST, Normas Regulamentadoras (NR), Saúde e Bem-estar, além de soluções para gestão e consultoria em SST e serviços para atendimento a requisitos de NR.

“Com a Escola SESI de Gestão em SST, o SESI consegue cumprir todo um ciclo de serviços disponíveis para as empresas, que vai do atendimento médico, gestão das informações de saúde do colaborador até capacitações, realizadas online, in company e agora com uma melhor estrutura para treinamentos presenciais na nova unidade”, destaca Amélio Miranda.

“Tenho certeza de que este investimento reforçará ainda mais a nossa contribuição para responder à crescente demanda da indústria por nossas soluções em saúde e segurança no trabalho”, complementa Amélio Miranda.

Notícias relacionadas

EN PT