Tecle ENTER para pesquisar ou ESC para sair

NOTÍCIAS

15 de agosto de 2022

Parceria entre Acelen e SENAI Bahia vai formar 350 operadores de refino de petróleo.

Qualificação SENAI

Aula inaugural do curso aconteceu nesta segunda-feira (15), no SENAI CIMATEC. A qualificação profissional é resultado de um investimento de R$ 4,6 milhões da Acelen.

O diretor do SENAI Bahia, Rodrigo Vasconcelos, participou da aula inaugural. Foto: Divulgação Acelen.

Inédito no país, o curso de qualificação profissional em operador de processo de refino de petróleo teve sua aula inaugural nesta segunda-feira (15), no auditório do SENAI CIMATEC, com a presença dos 350 selecionados. A atividade é fruto de um investimento de R$ 4,6 milhões de reais da Acelen, e o treinamento será conduzido pelo Senai Bahia em suas unidades de Candeias, Lauro de Freitas e CIMATEC.

Para a aluna Munique Evelin Batista, de 21 anos, e moradora da cidade de Camaçari, o curso é uma oportunidade única de capacitação e formação profissional. “Meu objetivo é fazer cumprir o cronograma muito bem, me capacitar, me preparar, para que no futuro tenha melhores oportunidades de emprego”, explicou Batista.

O processo seletivo para o curso teve 1.253 inscritos, e os 350 alunos selecionados possuem mais de 18 anos, nível técnico e são moradores das cidades de São Francisco do Conde, Candeias, Madre de Deus, Salvador e regiões circunvizinhas.

Segundo o Vice-Presidente de Recursos Humanos da Acelen, o momento é muito especial para todos os envolvidos. “A parceria com o Senai faz parte desse nosso propósito de formar novos profissionais, de investir nas pessoas e na sociedade. Chegamos para ficar na Bahia, e o Senai veio justamente somar a esse nosso propósito, nesse sentido, para nós é um dia bastante especial”, afirmou Raful.

Para o diretor regional do SENAI Bahia, Rodrigo Vasconcelos, a data representa um marco da parceria da instituição com a Acelen. “Esse é o papel do SENAI, formação de mão de obra profissional para as indústrias da Bahia, e com esse trabalho conjunto com a Acelen, espero que no final desse processo essas 350 pessoas consigam melhores oportunidades”, disse Vasconcelos.

Cursos de manutenção industrial

Em breve, outros dois cursos também terão início, o de Manutencista Júnior em Elétrica, e o de Instrumentação e Manutencista Júnior em Mecânica. São 30 vagas ao todo, e também integram a parceria entre a Acelen e o SENAI Bahia.

Fonte: Acelen.

Notícias relacionadas

EN PT