Tecle ENTER para pesquisar ou ESC para sair

NOTÍCIAS

30 de junho de 2022

Escola SESI conquista 11 prêmios em mostra científica nacional

Iniciação Científica SESI

A rede SESI Bahia de Educação foi destaque na edição 2022 da Feira Brasileira de Jovens Cientistas, evento científico pré-universitário, voltado para estudantes do ensino médio de todo o país. Com 22 projetos submetidos, os estudantes das escolas do Serviço Social da Indústria (SESI Bahia) da capital e do interior conquistaram dez premiações em diferentes categorias. Dentre as conquistas, destaca-se uma credencial para a Mostratec, o maior evento do gênero do país e que seleciona projetos de iniciação científica para mostras internacionais.

O professor Fernando Moutinho, gerente de Educação Científica e Tecnológica da Escola SESI Bahia, destaca dois resultados importantes que resultam da participação do SESI Bahia na FBJC: a quantidade de projetos classificados como finalistas e a classificação dos três prêmios principais em diferentes categorias: Ciências Agrárias, Ciências Exatas e da Terra e Ciências da Saúde.  

“Isso demonstra o peso da Escola SESI no incentivo à produção científica, na capital e no interior, o que reforça nosso trabalho em rede e a capilaridade, com escolas em todas as principais regiões do Estado”. Moutinho explica que o diferencial é que os projetos levam em consideração a dinâmica e a característica local, com base em problemáticas e contextos do cotidiano. “O volume de projetos e a distribuição regional das nossas escolas demonstram a força e a robustez do nosso programa de iniciação científica”, arremata.

Ouça: Fernando Moutinho – Gerente de Educação Científica e Tecnológica

Além destes aspectos ele reforça, a conquista do credenciamento para a Mostratec, a maior feira de ciência e tecnologia da América Latina, premiação em dinheiro pela excelência em pesquisa e o reconhecimento individual da professora Karole Silva, da Escola SESI Reitor Miguel Calmon.

A vaga para a Mostratec foi conquistada pela estudante Heloísa Serra Rodrigues de Souza, da Escola SESI Reitor Miguel Calmon, de Salvador. Com o projeto APPANC: desenvolvimento de um APP para difusão de informações sobre as PANCs, ela conquistou o 2º lugar na classificação geral do evento, na categoria Ciências Biológicas, e recebeu outros dois prêmios: Destaque em Divulgação Científica e Protagonistas do Progresso Científico. O projeto foi orientado pela professora Karole Pereira Silva, que também foi reconhecida com o Prêmio Educadores Transformadores. A professora Letícia Maciel Lima Souza foi coorientadora nesta iniciativa.

Representantes do projeto classificado para a Mostratec 2022 sobre as PANCs Foto: Arquivo Pessoal

Além deste destaque, as equipes conquistaram quatro premiações nas categorias principais e seis nas categorias especiais. Na Escola Reitor Miguel Calmon, as estudantes Laryssa Fortuna Nogueira e Náthally Santos de Carvalho conquistaram o 1º lugar geral na modalidade Ciências Agrárias com o projeto CULTIVATEC: Estufa automatizada para produção e cultivo de produtos orgânicos. Elas também receberam o valor de R$ 1000, com a conquista do Prêmio de Excelência em Pesquisa.

FEIRA DE SANTANA E ILHÉUS

No interior, os destaques foram da Escola SESI Adonias Filho, em Ilhéus, e da Escola SESI José Carvalho, de Feira de Santana. Os estudantes da Escola SESI Adonias Filho foram premiados pelo projeto Avaliação do crescimento microbiano no solo usado na agricultura familiar frente ao tratamento com cascas de caranguejo. A pesquisa foi realizada pelos estudantes: João Vitor Oliveira Gomes, Yasmim Santos Santana, Giovanna Souza Vianna e orientado pelo professor Glauber Gonçalves do Nascimento. Eles conquistaram o 3º Lugar Geral em Ciências Exatas e da Terra, além do Prêmio Estreante Destaque.

Estudantes da Escola SESI Adonias Filho que conquistaram 3º lugar na categoria Ciências Exatas e da Terra Foto: Arquivo pessoal

Na Escola SESI José Carvalho, de Feira de Santana, o projeto Antioxidante para o tratamento da catarata, feito pela estudante Marla Dias Silva e orientado e coorientado pelos professores Ana Lúcia Vilaronga Barreto e Marcus Aurélio Campos Silva, ficou em 3º Lugar Geral em Ciências da Saúde. Para a estudante, participar do evento foi uma grande realização, além da oportunidade de obter o reconhecimento do projeto em uma feira nacional de grande relevância como a FBJC. “Ser da iniciação científica é ter a possibilidade de utilizar a ciência para melhorar o mundo, trazendo novas soluções para problemas atuais desde à escola”, sintetiza a estudante.

A Feira Jovens Cientistas Brasileiros foi realizada entre os dias 23 e 26 de junho.

Ouça depoimento de Marla Dias, aluna da Escola SESI José Carvalho, de Feira de Santana, premiada em 3º Lugar Geral em Ciências da Saúde.

Notícias relacionadas

EN PT