A+ A-

Notícias

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Intercâmbio Multissetorial encerra agenda dos encontros em 2020

Encontro reuniu lideranças de sindicatos de diferentes segmentos, que não foram envolvidos nas demais reuniões do ano

  

Para encerrar a agenda de Intercâmbios Setoriais de 2020, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), reuniu nesta terça-feira (01.12), lideranças de sindicatos de diferentes segmentos não contemplados nas demais reuniões do ano.Foi o Intercâmbio de Lideranças Setoriais da Indústria – Multissetorial. 

  

Temas transversais de impacto no setor industrialque estão em destaque no cenário nacional, foram debatidos no encontro. Apresentações sobre as medidas da Indústria para o enfretamento da crise, Reforma Tributária, acesso ao crédito e Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais foram algumas das temáticas discutidas. 

  

O vice-presidente do Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento do Estado da Bahia (Sinprocim-BA), José Carlos Telles Soares, destacou que o compartilhamento de experiências com outros estados é o mais importante que o encontro propicia. “Tivemos a oportunidade de conhecer como os sindicatos de outros estados estão enfrentando as medidas na pandemia, embora tenhamos notado que as dificuldades vivenciadas sejam comuns a todos”. 

  

O Intercâmbio de Lideranças é uma parceria da CNI com as Federações de Indústrias, e tem o objetivo de fomentar a troca de experiências de gestão entre dirigentes de sindicatos empresariais, estimulando a atuação conjunta.  

  

Além do Multissetorial, outros 13 intercâmbios ocorreram durante o ano de 2020: Cerâmico, Químico e Farmacêutico, Reparação, Têxtil e Vestuário, Plástico, Metalmecânico, Base Florestal, Gráfico, Panificação, Indústria Jovem, Couro e Calçados, Construção Civil, Alimentação e Bebidas e Laticínios. Todos em formato virtual. 

  

“Embora o contato presencial seja importante, permitindo incluir na programação outras agendas em Brasília, o formato online foi a forma que conseguimos manter a ação este ano, o espaço de diálogo com os sindicatos, além do ganho em permitir a participação de um maior número de lideranças setoriais”, afirmou o gerente executivo de Política Industrial na CNI, João Emílio Gonçalves, que confirmou a agenda de Intercâmbios prevista nas ações da CNI para 2021.