A+ A-

Notícias

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Fundação Odebrecht dá partida às comemorações do centenário de seu fundador

NORBERTO ODEBRECHT - EDUARDO MOODY (4).jpg

Norberto Odebrecht recebe homenagens pelo centenário Foto: Eduardo Moody/Fundação Odebrecht

 

Norberto Odebrecht completaria 100 anos em outubro e a data será marcada por uma agenda de eventos organizados pela construtora

 

A indústria da Bahia guarda na sua história a marca deste homem, que, se estivesse vivo, completaria 100 anos em 2020. Nascido a 9 de outubro de 1920, na cidade do Recife, foi na Bahia, onde se formou pela Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia, que surgiu o empresário Norberto Odebrecht.

 

A história começa em 1944, quando, ao lado de dois colegas de turma, Francisco Valladares e Otto Schaeppi, Norberto Odebrecht fundou a construtora que leva seu nome e que se tornaria a maior empresa baiana a ganhar projeção nacional e internacional.

 

Pela cidade do Salvador, as marcas arquitetônicas da construtora estão em obras emblemáticas como o Hotel da Bahia e o Fórum Rui Barbosa. Fora da capital, destaca-se o Estaleiro Fluvial da Ilha do Fogo, entre Juazeiro e Petrolina.

 

A partir dos anos 1960, a construtora começa a dar vôos mais altos e seus empreendimentos ampliaram fronteiras, com a construção do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), no Brasil e, no exterior, com a criação de negócios no Peru, Chile, Angola, Equador, Argentina e Portugal.

 

SITE ESPECIAL

A trajetória do homem e empresário que foi Norberto Odebrecht e cuja visão empreendedora resultou na formação do Grupo Odebrecht, estão reunidos em um site especial que acaba de ser lançado pela Fundação Odebrecht.

 

Tendo como endereço www.norbertoodebrecht100anos.com.br,  o site reúne fatos históricos, registros e depoimentos sobre o fundador do Grupo Odebrecht e é uma das primeiras iniciativas para marcar a campanha especial de comemoração do centenário.

 

Trata-se de uma oportunidade de conhecer este que foi um dos mais importantes empresários baianos do século 20 em todas as suas facetas, que incluem sua preocupação social, com a educação e desenvolvimento comunitário.