A+ A-

Notícias

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Cursos Técnicos: Atletas do conhecimento mantêm treinamento durante a pandemia

Era a primeira quinzena de março e as equipes que treinavam oito horas por dia para a seletiva nacional da WorldSkills, maior competição de educação profissional do mundo, estavam “girando em alta frequência”. Só que, da noite para o dia, a pandemia obrigou todo mundo a ficar em casa. E daí? Daí a coordenação reuniu o time e traçou um plano de estudos e treinos, que não deixou os atletas pararem. Desde então, eles seguem focados, de olho na peneira que poderá levar estudantes baianos à China, em 2021. 

 

WS entrega equipamentos.jpg

Equipamentos foram entregues nas casas dos competidores para que os treinos

práticos pudessem continuar. Fotos: Divulgação.

 

“Desde o início, nosso desafio era manter os resultados conquistados – duas medalhas de bronze na Rússia, em 2019 -, então decidimos nos reinventar. Traçamos uma programação de estudo de línguas, atividades de desenvolvimento cerebral e técnicas específicas para simular os exercícios da ocupação”, conta Fernanda Mikulski, delegada técnica do SENAI Bahia. 

 

Logicamente, as habilidades manuais específicas de cada ocupação foram deixadas de lado, por um tempo. Enquanto isso, outras competências e fundamentos técnicos ganharam um reforço, assim como o fortalecimento do propósito e a união do grupo. Neste mês, alguns itens da estrutura física dos exercícios para as provas foram levados à casa de cada um dos 13 competidores para que treinassem a parte prática em “home office”. 

 

Aluna do SENAI Feira de Santana, Isabela Medeiros, 20, competidora em Logística, relata que, desde o início, sua coach (sim, cada atleta do conhecimento tem um para acompanhá-lo) chegou junto, estabelecendo pequenos objetivos a cumprir. “Os treinamentos em casa foram o mais próximo possível do que tínhamos do SENAI, desde horários de rotina até pequenas plantas na área de trabalho foram mantidos”, explica. 

 

“Fazemos reuniões diárias de equipe. A cada dia, tem até uma espécie de xerife do grupo para checar se todos estão seguindo o plano”, complementa Wanderley Dias Lima, 23. Egresso do curso técnico em Petroquímica, do SENAI Lauro de Freitas, ele é competidor da ocupação Tecnologia da Água.  

 

Wanderley_640.jpg

O competidor Wanderley Lima mostra um dos equipamentos em que treina, em casa, para as provas da sua ocupação,

Tecnologia da Água. 

 

E o baque, a insegurança que impactou tanta gente nesse período? O avaliador em Mecatrônica, Daniel Amaral, admite que houve um choque inicial, pois enfrentar uma pandemia era algo novo para todo mundo. No entanto, a preparação mental que vinham fazendo manteve os jovens no prumo, sem que desanimassem. “Quando se fala em competição de alto nível, o maior desafio é manter a mente no caminho certo”, garante. 

 

WorldSkills – A Olimpíadas do Conhecimento é a maior competição de educação profissional do mundo. A última edição, realizada em 2019, em Kazan, na Rússia, envolveu mais de 1300 competidores de 63 países, em 56 modalidades. O Brasil ficou em 3° lugar no ranking dos países participantes. A Bahia trouxe para casa dois bronzes: um em Química e o outro em Mecatrônica. 

 

Apenas os melhores alunos das Américas, Europa, Ásia e África e Pacífico Sul disputam medalhas em modalidades que correspondem às profissões técnicas da indústria e do comércio. Atualmente, 13 estudantes ou egressos de cursos técnicos do SENAI Bahia treinam para a edição de 2021, que será realizada na China.