A+ A-

Notícias

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Tecnologias educacionais inovadoras do SENAI Bahia têm aumento na demanda na pandemia

A pandemia representou a paralisação de diversos segmentos produtivos e profissionais, mas este não foi o caso do ITED, unidade de Inovação e Tecnologias Educacionais do SENAI Bahia. A unidade, que disponibiliza uma série de cursos técnicos, de qualificação e aperfeiçoamento para a indústria, continuou atendendo as demandas do setor, de forma remota, e até ganhou novos clientes.

Cursos Ited imagem.jpg

Microlearning: conteúdos gamificados podem ser acessados de taclets e smartfones. Foto: Divulgação ITED. 

“Como desenvolvemos cursos ofertados à distância ou de forma remota e a indústria passou a necessitar capacitações, neste formato, para atender novas demandas em meio à crise do Covid-19, o trabalho do ITED até aumentou”, afirma o diretor do SENAI Bahia, Rodrigo Vasconcelos.

Com o objetivo de possibilitar que trabalhadores do Polo de Camaçari pudessem ampliar seus conhecimentos e sua capacidade de encarar os desafios no cotidiano das empresas, com ganhos de produtividade e segurança, mesmo durante a pandemia, foram oferecidos cursos nas áreas de Qualidade, Logística, Programação Móvel para IoT (Internet das coisas) e muitas outras.

Mas a unidade desenvolve cursos sob demanda para diversos segmentos, de acordo com os objetivos do cliente. A gerente de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional de uma das empresas do Polo, Andreia Magali Pereira, que teve experiência com o treinamento de integração, conta que os resultados são surpreendentes. “Além de não ter que deslocar um técnico para fazer esta capacitação, o projeto pedagógico é muito eficiente e o aproveitamento é excelente”, revela.

Ricardo Lima, gerente do ITED, acredita que investir em formação e atualização profissional é condição para se manter no mercado de trabalho.  Por outro lado, ele observa que as pessoas estão identificando vantagens nas possibilidades que as plataformas digitais apresentam. “Além da flexibilidade, as tecnologias educacionais associadas a metodologias ativas atendem às necessidades do estudante, de forma customizada”, diz.

Pílulas – A unidade também oferece, como modalidade de ensino, o Microlearning Gamificado, que permite a transmissão de pequenas partes de assuntos complexos em um curto período de tempo, proporcionando maior autonomia nos planos de estudo dos alunos. De forma interativa, os elementos dos games estão presentes nos conteúdos e ambientes, potencializando o engajamento e a auto superação. “Com a utilização dessa abordagem é possível estudar através de pequenas pílulas de conhecimento, utilizando apenas um dispositivo móvel (smartphones e tablets) ”, explica Ricardo Lima.