A+ A-

Notícias

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Engenharia Mecânica do SENAI CIMATEC abre janela de oportunidades para futuros profissionais

A Engenharia Mecânica está presente em uma diversidade imensa de produtos e serviços, e seu campo de atuação é vasto. De nano robôs para aplicações medicinais a ônibus espaciais, passando pela manutenção de respiradores pulmonares, que têm ajudado a salvar vidas na pandemia de Covid-19, a profissão de engenheiras e engenheiros mecânicos é essencial para o desenvolvimento econômico do País.

respiradores _640.jpg

A graduação em Engenharia Mecânica do Centro Universitário SENAI CIMATEC prepara profissionais para os desafios do mercado, em sintonia com as transformações da Indústria 4.0. O curso tem como pontos fortes: as Trilhas de Formação Profissional, a Educação Baseada em Projetos (com desenvolvimento de projetos pelos alunos desde o 1º semestre), Metodologias Ativas de Aprendizagem, corpo docente qualificado e a infraestrutura de um centro tecnológico de ponta.

 

“Com esse novo conceito (Trilhas de Formação Profissional), nossos alunos podem desenvolver um perfil profissional mais adequado à carreira que planejam seguir: Técnico-Gestor, Empreendedor; e Pesquisador”, explica o coordenador do curso, Prof. Guilherme Souza.

 

Dentre os diferenciais do curso estão os laboratórios do SENAI CIMATEC, tais como os de Materiais, Fabricação e Engenharia Automotiva, e as parcerias com empresas como Ford, General Motors e Renault. “Quando fui fazer uma visita antes de me matricular, adorei saber que teria aqueles laboratórios todos como sala de aula, aprendendo através da prática. Cinco anos depois posso atestar que contamos com excelentes equipamentos e um corpo docente engajado na área”, conta a aluna do último semestre, Juliana Limmer, 23 anos, estagiária na Bridgestone.

 

Analista de Manufatura da MSX International, Laís Mascarenhas, 23, é ex-aluna da casa e recomenda o curso para quem escolheu a área. “Ao longo desses anos fui apoiada por professores, mestres e doutores de extrema qualidade, que muitas vezes, extrapolaram o que estava sendo proposto pela ementa do curso, possibilitando debates e discussões fundamentais para a formação do profissional da Engenharia”, afirma.

Laís aproveitou as parcerias que o SENAI CIMATEC possui, estagiando na Ford Motor Company, além da oportunidade única de viver um intercâmbio acadêmico na cidade de Aachen, Alemanha. “Trabalhei como assistente estudantil em um dos maiores centros de tecnologia da Europa, o Fraunhofer IPT (Institut für Produktionstechnologie) e fiz parte do meu bacharelado na RWTH Aachen University”, relata.

 

Incentivos – A instituição conta com uma política de descontos de 10% para ex-alunos dos cursos técnicos do SENAI-BA. Colaboradores indicados pelas empresas associadas aos sindicatos filiados à FIEB também podem ter descontos que variam de 20% a 40%. Além disso, com o programa CREDIES CIMATEC os estudantes podem pagar metade dos valores das mensalidades durante o curso, quitando outra metade só depois de se formarem. “O crédito estudantil é oferecido pelo SENAI CIMATEC em parceria com a Fundacred, uma fundação sem fins lucrativos que já atua a mais de 47 anos apoiando as pessoas no acesso à educação”, explica a pró-reitora do Centro Universitário, Tatiana Ferraz.