A+ A-

Notícias

quarta-feira, 8 de abril de 2020

COVID-19: SENAI CIMATEC produz “escudos faciais” para doar a profissionais de Saúde da Bahia

Entidade irá produzir 10 mil unidades de protetores faciais na unidade de Camaçari, para isso, foi montada uma mini-fábrica.

 

mascara face shield.jpg

Foto: Divulgação SENAI CIMATEC.

Cerca de mil protetores ou escudos faciais (face shields) estão sendo produzidos por dia no SENAI CIMATEC PARK, localizado em Camaçari. A instituição, que faz parte do Sistema FIEB - Federação das Indústrias do Estado da Bahia, montou uma pequena fábrica para confeccionar o produto, essencial à proteção dos profissionais de saúde que atendem pacientes com a Covid-19.

O equipamento de proteção individual, que funciona como uma barreira entre o profissional e o paciente, está em falta tanto na rede pública como na rede privada de Saúde. E a escassez é generalizada: os Estados Unidos e países da Europa, por exemplo, também sofrem com a falta do material de proteção. Como consequência, um número cada vez maior de profissionais de saúde é infectado pelo vírus.

 

Diante do problema, o SENAI CIMATEC reuniu esforços e, na semana passada, implantou uma mini-fábrica especialmente para a confecção do equipamento imprescindível à proteção dos profissionais de Saúde. “A ideia surgiu da necessidade do Sistema FIEB de apoiar a sociedade no combate a essa pandemia. Começamos fabricando as máscaras faciais com a utilização de impressoras 3D, mas como o processo era muito demorado e, nesse momento, o CIMATEC entende que é preciso agilidade, decidimos por montar essa pequena fábrica no nosso Park de Camaçari”, explica Helaine Neves, gerente de Negócios do SENAI CIMATEC.

Com investimento interno de R$ 60 mil, a instituição pretende produzir 10 mil protetores faciais que estão sendo doados para hospitais públicos e privados do Estado.