A+ A-

Notícias

terça-feira, 17 de março de 2020

Sistema FIEB cria comitê de crise e toma medidas de enfrentamento ao coronavírus

Diante do cenário preocupante que decorre da pandemia do novo coronavírus, o Sistema FIEB (FIEB, CIEB, SESI, SENAI e IEL) instituiu o seu Comitê de Gerenciamento de Crise, que estabeleceu uma série de medidas para reduzir a propagação do vírus, as quais já estão em andamento.

No âmbito das atividades educacionais do SESI, SENAI e IEL, aulas e atendimentos aos candidatos a programas de estágio, por exemplo, estão suspensas a partir desta terça (SENAI CIMATEC) e quarta, 18.03 (outras unidades SENAI, Rede SESI de Educação e IEL).

Todos os eventos públicos organizados pelas entidades que envolvam aglomeração de pessoas foram cancelados. As reuniões de Diretoria FIEB e CIEB, Conselhos Deliberativos das entidades SESI, SENAI e IEL, bem como as reuniões dos Conselhos Temáticos e de representações externas estão suspensas em março.

Para proteger os colaboradores, além de ampla disseminação de orientações sobre higiene das mãos e ‘etiqueta’ de tosse e espirro, foram restringidas viagens e reuniões presenciais, por exemplo. A campanha de vacinação dos funcionários contra a gripe será antecipada, com previsão de início na última semana do mês de março

Em função das medidas anunciadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, no último dia 16/03 (redução em 50% das contribuições das empresas ao Sistema S, por três meses), a FIEB irá avaliar os cenários possíveis diante desta redução, bem como o impacto que a pandemia terá na economia como um todo e, consequentemente, para a organização.

Além de tomar medidas, o Comitê criado pela FIEB também está enviando ao Ministério da Economia, via CNI, sugestões com o objetivo de contribuir para minimizar os impactos da crise.

Leia na íntegra, o Comunicado do Sistema FIEB.