A+ A-

Notícias

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Bahia exportou US$ 8 bilhões em 2019

As exportações baianas totalizaram US$ 8 bilhões em 2019, com queda de 9,8% em relação ao ano anterior. O resultado se deve principalmente à queda das vendas para o exterior de produtos como soja, celulose, automóveis e pentóxido de divanádio. As informações estão disponíveis no Relatório de Acompanhamento do Comércio Exterior da Bahia - Raceb, uma publicação da Gerência de Estudos Técnicos da Superintendência de Desenvolvimento Industrial da FIEB.

“A Bahia acompanhou o desempenho do comercio exterior brasileiro que teve queda de 6,4% em 2019, resultado que reflete a conjuntura internacional desfavorável, causada principalmente pela disputa comercial entre os Estados Unidos e a China”, destaca o assessor de estudos técnicos da FIEB, Carlos Danilo Almeida.

Apesar da redução das vendas para o exterior em 2019, celulose, soja, automóveis e pentóxido de divanádio estão entre os principais produtos exportados pelo estado, junto com óleo combustível, algodão, bulhão dourado (ouro), catodos de cobre, fios de cobre e bagaços de soja. Estes produtos responderam por 66,8% do total exportado pela Bahia no ano passado, totalizando US$ 5,36 bilhões.

A participação das exportações baianas alcançou 3,6% do valor total das exportações brasileiras. Entre os estados do Nordeste, a Bahia foi responsável por 48,5% do valor total exportado pela região.

A China foi o principal país de destino dos produtos baianos, respondendo por 27,4% das exportações do estado.