A+ A-

Notícias

terça-feira, 19 de novembro de 2019

EDUCAÇÃO: QUEM É QUEM NA EQUIPE SEVENSPEED

Bi 640.jpg

 

BEATRIZ MOTA DE SENA, aluna do 3° Ano; Curso técnico em Mecânica de Precisão no SENAI.

Líder da equipe

 

O que você projeta para o seu futuro?

Pretendo me formar em engenharia de automação e controle, com pós-graduação em engenharia mecatrônica. Mestrado e Doutorado em segmentos da área. Quero aplicar meus conhecimentos à frente de uma gestão de negócios, podendo aprimorar as minhas competências de liderança, abrindo meu próprio negócio. Pretendo, também, incluir jovens de situações marginalizadas de todo o país na tecnologia educacional, com um projeto social em comunidades carentes, dando a oportunidade que um dia ganhei para outros jovens da minha idade. Meu propósito é ser uma referência para pessoas que, assim como eu, lutam e vêm de baixo, principalmente mulheres e meninas que desejam entrar no mundo da tecnologia.

 

Como está sendo a experiência de disputar o F1 Internacional?

Incrível. A perspectiva de imersão em uma nova cultura, em um país desconhecido, fazendo aquilo que amo, tem sido surreal demais para ser verdade. Mas é real!

 

O que você imagina que vai ver durante a competição?

Encontrar pessoas de todos os países, culturas e tradições possíveis. A F1 in Schools Internacional será a verdadeira sintetização de globalização: jovens de todo o mundo compartilhando de um mesmo amor, de um mesmo sonho.

 

Qual o maior desafio que esta viagem representa para você?

Representar o meu país e principalmente a minha região. Sempre foi um sonho mostrar que o Brasil, a Bahia e o Nordeste têm ciência e muita vontade de vencer, e externar toda essa garra com maestria é o maior desafio.

 

 

Geovane640.jpg

GEOVANE DE SOUZA SANTOS, aluno do 3°ano do ensino médio, curso técnico em Automação Industrial  no SENAI

Diretor de captação de patrocínio e divulgação

 

O que você projeta para o seu futuro?

Planejo ensinar tudo aquilo que eu aprendi na robótica. Desejo ser professor de robótica e matemática.

 

Como está sendo a experiência de disputar o F1 Internacional?

Está sendo uma experiência única, a metodologia STEM (science, technology, engineer, mathematic) proporciona a inserção nos pilares do mercado de trabalho do século XXI, além de toda experiência de empreendedorismo, mercado de trabalho e trabalho em equipe.

 

O que você imagina que vai ver durante a competição?

Durante o torneio, irei viver uma experiência única, algo que nunca imaginei. Poderei adquirir conhecimentos que serão de suma importância para meu futuro.

 

Qual o maior desafio que esta viagem representa para você?

Conseguir conciliar o estudo (curso e escola) como o treinamento para o torneio é um desafio, aprender um novo idioma (inglês), representar o Brasil num torneio mundial.

 

Joao640.jpg

 

JOÃO VÍTOR BEZERRA DIAS, aluno do 3° ano, curso técnico em Mecatrônica  no SENAI.

Designer de engenharia

 

O que você projeta para o seu futuro?

Pretendo trabalhar como empreendedor, criando meu próprio negócio.

 

Como está sendo a experiência de disputar o F1 Internacional?

É maravilhoso saber que posso representar meu pais (principalmente meu estado) tendo a certeza de que estou dando o meu melhor.

 

O que você imagina que vai ver durante a competição?

Pelo fato de muitas equipes já serem experientes, creio que a disputa será muito acirrada. A diferença de pontuação entre as equipes é muito pequena e, por isso, cada detalhe importa.

 

Qual o maior desafio que esta viagem representa para você?

Um dos maiores desafios é lidar com a agenda apertada. Tenho que administrar meu tempo com o ensino médio, curso técnico, curso de inglês e a escuderia.

 

 

Biav640.jpg

BEATRIZ VALONGO GASPAR, aluna do 3º ano, curso técnico em Logística  no SENAI

Diretora de Finanças

 

O que você projeta para o seu futuro?

Me realizar profissionalmente, aprimorando meus conhecimentos de ciência e tecnologia, para realizar projetos que ajudem e melhorem a vida em comunidade.

 

Como está sendo a experiência de disputar o F1 Internacional?

Participar desse torneio está sendo uma oportunidade incrível, que me permitiu ampliar meu conhecimento, conhecer novas cultura e aprimorar também a língua inglesa.

 

O que você imagina que vai ver durante a competição?

Conhecer novas culturas, fazer amizades e adquirir o máximo de conhecimento possível.

 

Qual o maior desafio que esta viagem representa para você?

Além do desafio do torneio, creio que os maiores desafios serão aprender sobre uma nova cultura muito diferente da nossa e aprimorar uma nova língua.

 

 

fran640.jpg

FRANCIELE SILVA DE MORAES, aluna do 3° ano, curso técnico Meio Ambiente  no SENAI

Diretora de Marketing e RP

 

O que você projeta para o seu futuro?

Estabilidade financeira, conquistar os meus objetivos e realizar meus sonhos. Auxiliar o próximo com trabalhos voluntários.

 

Como está sendo a experiência de disputar o F1 Internacional?

Sem explicações, é uma oportunidade única, com muitas possibilidades de experiências e aprendizagens.

 

O que você imagina que vai ver durante a competição?

Pessoas de todas as etnias, profissionalismo, culturas diferentes.

 

Qual o maior desafio que esta viagem representa para você?

Choque cultural.

 

 

icar640.jpg

ICARO CANELA, aluno do 2º ano do ensino médio

Engenheiro de manufatura

 

O que você projeta para o seu futuro?

Busco conseguir me formar em Engenharia Mecatrônica e exercer a profissão.

 

Como está sendo a experiência de disputar o F1 Internacional?

Para mim é uma oportunidade e tanto, pois se indo para uma etapa nacional eu já aprendi bastante, imagina em uma internacional?

 

O que você imagina que vai ver durante a competição?

Como se trata de uma etapa internacional eu sei que os melhores de cada país vão estar lá, então sei que vou ver o melhor que cada pessoa pode fazer.

 

Qual o maior desafio que esta viagem representa para você?

O fato de ser a etapa internacional me assusta pois eu nunca participei de uma, logo eu não tenho experiência para saber como é e isso me deixa ansioso para descobrir.

 

 

LEIA TAMBÉM:

SESI EDUCAÇÃO: Projeto tecnológico leva equipe do SESI Bahia para competição internacional

 

Competição de F1 In Schools vai reunir cerca de 300 estudantes de todo o mundo