A+ A-

Notícias

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Expotech reuniu 48 expositores dos setores de cosméticos e saneantes

expotech1.JPG

Fotos: Valter Andrade/Coperphoto/Sistema FIEB

 

Feira reuniu indústrias de cosméticos e saneantes e promove encontro entre empresas e fornecedores

 

Com a participação de 48 expositores e expectativa de receber 550 visitantes nos dois dias de evento, a terceira edição da ExpoTech Saneantes & Cosméticos,  feira focada em inovação e atualização da indústria, foi realizada na na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) nos dias 15 e 16 de julho.

Na abertura, o presidente da FIEB, Ricardo Alban, destacou o crescimento do evento e falou da sua expectativa de que venha a se tornar uma feira regional. “Iniciou sendo só a Bahia, agora Bahia e Sergipe, e acredito que com novo ânimo econômico e social, acredito na possibilidade de se tornar um evento do Nordeste”.

Alban elogiou a iniciativa dos dois sindicatos envolvidos – Saneantes da Bahia e Sindcosmetic – na realização da Expotec. “Damos importância a este trabalho feito em conjunto pelos dois sindicatos porque nós, empresários, acreditamos que as coisas podem e devem melhorar e continuamos a investir. Acreditamos que tudo faz parte de um ciclo e quem estiver melhor preparado vai aproveitar as oportunidades”, destacou.

O presidente do Saneantes da Bahia, Juan Lorenzo, ressaltou o crescimento do evento que foi de 25% em número de participantes e de 20% no número de expositores em relação ao ano passado. “Este evento é importante porque reunimos novos fornecedores, tecnologias e inovação em um mesmo espaço”, destacou Lorenzo.

abertura.JPG

 

O presidente do Sindcosmetic, Raul Menezes, lembrou que o mercado brasileiro é imenso. “Precisamos nos preparar para conquistar este mercado com tecnologia e inovação. Cosmético é inovação e o consumidor gosta de novidade. Além disso, a Expotech é uma oportunidade para o industrial conhecer o que tem de novidade e melhorar sua produção e seu produto para disputar o mercado. A capacidade de se reinventar e conquistar o mercado é tarefa de cada um”, arrematou.

Nesta edição, a feira contou com a participação de 48 expositores, a maior parte é de empresas do eixo sul-sudeste, que apresentaram seus portfólios e tecnologias, buscando a aproximação comercial com as indústrias locais. Entre as novidades na área de saneantes, o público conferiu tecnologias de limpadores e conservantes mais eficazes, que proporcionam a elaboração de produtos de melhor qualidade, com custo mais acessível para o consumidor; embalagens mais sustentáveis e modernas, com maior qualidade e menor uso de recursos naturais; além de novos ativos para limpeza de alta performance.

Já na área de cosméticos, foram apresentados novos princípios ativos para desenvolvimento do setor, como por exemplo, produtos capilares; silicones de alta performances para cosméticos; além de novas tendências em fragrâncias.

A programação da 3ª edição da ExpoTech Saneantes & Cosméticos também incluiu palestras técnicas, com foco em inovação, e encontros entre clientes e fornecedores em mesas de negociação.

 

INDÚSTRIA

A indústria baiana de saneantes e cosméticos ocupa a 7ª posição no ranking nacional e a 2ª colocação no Nordeste quanto ao número de empregos gerados. São, ao todo, 180 indústrias (micro, pequeno, médio e grande portes) que, juntas, empregam 3.746 trabalhadores, segundo dados da Secretaria de Trabalho (RAIS 2017). O faturamento anual é de cerca de R$2,5 bilhões.

A Expotech é promovida pelo Saneantes da Bahia, instituição que representa as Indústrias de Sabões, Detergentes, produtos de Limpeza em Geral, Aditivos de uso Industrial e Velas na Bahia, e pelo Sindcosmetic, que representa a Indústria de Cosméticos e Perfumaria do Estado, com o apoio das instituições do Sistema FIEB – FIEB, SESI, SENAI e IEL – e SEBRAE.

Na abertura da Expotech, o Sebrae foi representado pelo diretor técnico Franklin Santos. Também compuseram a mesa oficial o Banco do Nordeste, representado pela gerente Ana Cassiopia, e o representante do Grupo O Boticário, Fernando Podestá.