A+ A-

Notícias

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Abrava realiza XVIII Encontro Nacional de Projetistas no SENAI Cimatec

Além de seguir critérios técnicos, um bom sistema de ar condicionado deve adequar-se ao ambiente de instalação. Com isso, o aparelho de ar será capaz de oferecer bem-estar, custo benefício do uso, conforto térmico e eficiência energética. O cumprimento desses métodos de implantação do sistema de ar condicionado solicita um diálogo com o projetista. Com o objetivo de debater o ofício dessa categoria, representantes da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava), da Associação Nacional dos Profissionais de Refrigeração, Ventilação e Aquecimento (Anprac) e do Sindicato da Indústria de Refrigeração, Aquecimento e Tratamento de Ar da Bahia (Sindratar-BA) realizaram, na quarta-feira (28.11), no Centro de Eventos do SENAI Cimatec, o XVIII Encontro Nacional de Projetistas.
 

O XVIII Encontro Nacional de Projetistas foi realizado no SENAI Cimatec. Fotos: SENAI Cimatec


Com o tema “A excelência do projeto de ar condicionado e seu reflexo no conforto e custo operacional”, os participantes do evento discutiram sobre a capacidade de um projeto de climatização oferecer qualidade de vida e ganhos financeiros. “É muito importante reunir profissionais e representantes de grandes empresas de todo país neste evento. Estamos num ambiente propício para discutir assuntos relacionados a inovação tecnológica. O SENAI Cimatec é referência neste assunto”, explica o presidente do Departamento Nacional de Projetistas e Consultores da Abrava, Mário Sérgio de Almeida.

O presidente da Abrava, Arnaldo Basile, destacou a importância do diálogo sobre os avanços tecnológicos no trabalho de projetista. “Não falamos, somente, das novas tecnologias. O uso de lâmpadas ultravioleta (UV) já era difundido no Brasil, mas há tempo em que as pessoas não comentam sobre essa técnica. Hoje, tivemos a oportunidade de discutir isso”.

Já o presidente da Anprac, Luiz Leiria, lamentou a “carência muito grande de acesso a novas tecnologias, a projetos mais modernos”. Para Leiria, a realização do evento aqui na Bahia contribui para o fortalecimento do setor, capacitando os profissionais.

Para o presidente do Sindratar-BA, Francisco Redondo Filho, as palestras e mesas-redondas contribuirão para o desenvolvimento e aperfeiçoamento técnico dos profissionais.

A programação do evento, que ocorre até sexta-feira (30/nov), será formada por palestras e mesas-redondas sobre assuntos relacionados à sustentabilidade, inovação e segurança. Destaque para a mesa redonda Ferramentas para projetos, mediada pela engenheira Sandra Brotel, nesta quinta-feira (29); e para a palestra A Evolução do BIM no Brasil, ministrada pelo presidente da CBIM (Câmara Brasileira de BIM), Alexander Justi, e a mesa redonda sobre o assunto mediada pelo vice-presidente da DNPC da Abrava, Miguel Alvarez Ferreirós.

Para o Presidente do Sindratar-BA, Francisco Redondo Filho, as palestras e mesas-redondas contribuirão para o desenvolvimento e aperfeiçoamento técnico dos profissionais. “Esta é uma excelente oportunidade dos profissionais adquirirem novos conhecimentos”, pontua Francisco.

 

* Fonte: SENAI Cimatec