A+ A-

Notícias

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Acordo Setorial de Embalagens supera meta em 2017

O Brasil dá mais um passo rumo à implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Em novembro, o Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre), apresentou ao Ministério de Meio Ambiente, um relatório com dados preliminares da Fase 1 (2012-2015) de implantação do Acordo Setorial de Embalagens, elaborado por associações do setor organizadas em torno da Coalizão Embalagens.

Segundo o relatório, os investimentos do setor no período chegaram a R$ 2,8 bilhões e a meta de reduzir em 19,8% da quantidade de embalagens pós-consumo destinadas a aterros sanitários até o final do ano foi superada em 9,2 pontos percentuais (chegou a 29%).

O acordo setorial promove a reciclagem de embalagens em geral, por meio de um plano de gestão de resíduos no contexto da logística reversa. Já o Sistema de Logística Reversa de Embalagens, implantado pela Coalizão, alcançou 63% da população brasileira com ações em 732 municípios. De acordo com o relatório, 802 cooperativas foram apoiadas com cerca de 4 mil ações de estruturação na capacidade produtiva, nos últimos cinco anos, quando foram instalados 2.082 pontos de distribuição voluntária (PEV).

A Coalizão Embalagens é composta por 28 entidades representantes de produtores, usuários, importadores e comerciantes de produtos não perigosos e representam 50% do setor de embalagens do país.

O país desenvolve esforços para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com relação à produção e consumo sustentáveis. A agenda prevê ações mundiais nas áreas social, econômica, ambiental e institucional, divididas em 17 objetivos e 169 metas que devem ser alcançados até 2030.

 

Fonte:

http://www.mma.gov.br/index.php/comunicacao/agencia-informma?view=blog&id=2718

http://www.portaldaindustria.com.br/agenciacni/noticias/2017/07/cni-integra-comissao-nacional-para-os-objetivos-de-desenvolvimento-sustentavel/

FIEB/SDI/GMARS- Gerência de Meio Ambiente e Responsabilidade Social