A+ A-

Notícias

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Especialistas discutem reforma do ensino médio e base curricular em Ilhéus

Série Diálogos de Educação reuniu especialistas em Ilhéus Foto Alfredo Filho/Coperphoto/Sistema FIEB

Mesa redonda foi promovida pelo SESI e reuniu professores e outros especialistas em educação  

“A Reforma do Ensino Médio e os Desafios da Implantação“ foram temas de uma mesa-redonda realizada no dia 05.10, no auditório da Escola SESI Adonias Filho, em Ilhéus, na região sul da Bahia. O encontro marcou a interiorização da Série SESI Diálogos de Educação, iniciativa do Serviço Social da Indústria (SESI Bahia) que visa promover a discussão de assuntos de interesse geral da população na área de educação.

A gerente de Educação da Rede SESI, Cléssia Lobo, explicou que o evento foi realizado em Ilhéus a pedido da Gerência do SESI Bahia no município e, também a pedidos, irá acontecer em Vitória da Conquista. A previsão é que a Série Diálogos aconteça na região sudoeste, em novembro. Antes disso, em Salvador, a série deverá trazer o tema a diversidade no ambiente da educação como tema do próximo encontro, a ser realizado no dia 23 de outubro, no auditório da FIEB.

“O propósito da Gerência de Educação do SESI é contribuir com a sociedade nas discussões pertinentes à educação, especialmente neste momento em que se discute a implantação do novo ensino médio e o novo currículo básico nacional”, explica Cléssia Lobo. “Em educação, não dá mais para se fechar em redes. A gente precisa se abrir para um trabalho cooperativo”, ressaltou.

O evento em Ilhéus teve a participação de representantes do Ministério da Educação (MEC), da Secretaria da Educação do Estado da Bahia e do Município de Ilhéus, além de uma representante do Conselho de Educação do Estado.

O coordenador geral de Ensino Médio da Secretaria de Educação Básica do MEC, Wisley João Pereira, abordou os aspectos legais da reforma do ensino médio. Já a diretora de Ensino Médio da Superintendência de Políticas para a Educação Básica da SEC, Tereza Santos Farias, falou sobre O Novo Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular: o Conjunto da Reforma. Já a presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Estadual de Educação, Maria Alba Guedes Machado Mello, tratou de Perspectivas e Desafios da Regulamentação.

O evento foi organizado e teve a mediação da especialista em educação do SESI Solange Novis. Ela destacou que encontros assim servem para discutir os desafios que a sociedade tem pela frente para adotar as novas propostas para o ensino médio no país. “Em metade dos municípios do Brasil há apenas uma escola de ensino médio e a implantação do novo modelo deixa um convite muito especial a um planejamento articulado, estratégico para que os alunos e jovens sejam colocados no centro desta discussão e se consiga estabelecer o máximo de itinerários formativos naquele território”, ressalta.

Solange acredita que o SESI pode contribuir muito, não apenas por já oferecer metodologias que se adequam ao novo ensino médio, como também por estar em um espaço de intermediação enquanto entidade privada que oferta educação. “O SESI transita entre o que é público e privado e ao mesmo tempo em que tem uma cultura do mundo empresarial, que traz eficiência e eficácia, traz uma cultura do mundo público, pelos serviços sociais que presta. Logo, fica numa posição privilegiada para construir pontes”, arremata a especialista do SESI.