A+ A-

Notícias

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Empresas baianas estão entre vencedoras do Prêmio Nacional de Inovação

Duas empresas baianas estão entre as vencedoras do Prêmio Nacional de Inovação, iniciativa capitaneada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequena Empresas (Sebrae). O anúncio das 19 vencedoras aconteceu na segunda-feira, 26.06, em solenidade realizada em São Paulo.

 Anúncio das 19 vencedoras aconteceu em solenidade realizada em São Paulo. Fotos: José Paulo Lacerda

A Bahia se destacou com a Engpiso, premiada na modalidade micro e pequena empresa, na categoria Inovação Organizacional e com a BMD Têxteis, vencedora entre as médias empresas, na categoria Gestão da Inovação.  As duas empresas baianas são apoiadas pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL-BA) na gestão da inovação e adotaram a tecnologia JOIN – Jogo da Inovação, desenvolvida para sistematizar a gestão da inovação em empresas de todos os portes. “O resultado desta premiação reconhece a importância do esforço de implantar a gestão da inovação nas empresas. Ficamos muito orgulhosos por apoiar as empresas baianas e contribuir com a Tecnologia JOIN. Os exemplos baianos são inspiradores e mostram que é possível inovar mais e de forma sistematizada, independente de porte e segmento da empresa”, avalia a gerente de Desenvolvimento Empresarial do IEL, Fabiana Carvalho.

A empresa Engpiso foi premiada na modalidade micro e pequena empresa, na categoria Inovação Organizacional.

Empresa de pisos e revestimentos especiais que investe em inovação com foco na sustentabilidade, a Engpiso já havia figurado entre as finalistas do Prêmio Nacional de Inovação em outras duas oportunidades. Nesta edição, concorreu na modalidade micro e pequena empresa, nas categorias Inovação de Processo, Inovação Organizacional e Gestão da Inovação. “A premiação veio coroar o trabalho desenvolvido por toda a nossa equipe e também mostra que a nossa estratégia de sistematização da gestão da inovação é assertiva”, pontua o diretor da empresa, Raymundo Dórea. Ele também destacou o apoio recebido de instituições parceiras, como IEL, FIEB, Sebrae, Senai e Fapesb.

Já a BMD Têxteis, associada ao Sindicato da Indústria de Fiação e Tecelagem do Estado da Bahia (Sindifite-BA), foi pioneira na indústria de desenvolvimento de tecidos técnicos do Nordeste, utilizados como matéria-prima na fabricação de lonas sintéticas para toldos, coberturas, persianas, roupas de segurança, filtros industriais, calçados, sacolas e brindes.

O gerente de negócios da BMD, João Paulo Cardoso. Empresa foi vencedora  entre as médias empresas, na categoria Gestão da Inovação.

“Foi o reconhecimento de um árduo trabalho desenvolvido ao longo dos últimos 10 anos. A BMD criou seu Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em 2008 e, de lá para cá, o cenário nos mostrou que a inovação seria uma questão de sobrevivência. O mercado foi tomado por produtos asiáticos e essa concorrência acirrada fez com que mergulhássemos na inovação como forma de diferenciação”, destaca o gerente de negócios da BMD, João Paulo Cardoso.

O Prêmio Nacional de Inovação destinou às empresas ganhadoras um total de R$ 900 mil pré-aprovados no Edital de Inovação para a Indústria. A solenidade de entrega da premiação contou com a presença do vice-presidente da CNI, Paulo Afonso Ferreira; do diretor-presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos; do 1º vice-presidente da FIEB, Carlos Gantois e do empresário Adalberto Coelho, que integra o Conselho de Representantes da FIEB. 

 

Leia também:

FIEB participa do 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria